Notícias

Se podemos sonhar, podemos realizar
30/10/2019

Compartilhe:
Especial Beleza

Um lindo carro cor-de-rosa? Uma viagem internacional inesquecível? Uma joia ou um diamante maravilhoso? Sim, Vanessa Scorsatto Lazarotto, aos 36 anos de idade já conquistou tudo isso e muito mais. Porém, sabe o que mais lhe torna uma mulher empoderada e realizada? Ela mesma nos conta: “É saber que muitas outras mulheres também conquistaram sua independência pessoal, financeira e seu crescimento profissional depois que nossos caminhos se cruzaram”, diz a diretora executiva de vendas independente Mary Kay.?

Desde o dia em que Vanessa aceitou a Mary Kay como uma oportunidade, deu início a uma carreira de ascensão imediata. Para ela, acre-ditar é sempre o primeiro passo. “Se você pode sonhar, pode realizar e a força do pensamento faz com que a gente chegue aonde quiser chegar”, compartilhou Vanessa.
Mesmo com tantas conquistas no decorrer dessa caminhada, Vanessa não deixa para trás sua simplicidade, característica que lhe trouxe até aqui. “Com o meu trabalho dei orgulho para minha família e para as pessoas com as quais convivo, através dele também conquistei crescimento pessoal e a oportunidade de proporcionar a evolução para outras centenas de mulheres, vê-las chegar ao topo, essa com certeza é a maior recompensa, pois são pessoas que Deus colocou na minha vida e as que de mãos dadas levo comigo ao meu la-do e em meu coração”, explica.

Vanessa nasceu no interior de Nova Alvorada e sempre admirou o trabalho modesto dos pais na agricultura. Desde criança sempre foi sonhadora e mantinha com ela o desejo de vencer na vida, acreditando que nada é resistente ao trabalho.
Saiu de casa bem cedo para trabalhar e estudar. Ocupou funções como doméstica, garçonete, produção de fá-brica, entre outros. Nesse período precisou morar em casas de família. Mas, segundo ela, tudo valeu a pena e a primeira de suas conquistas foi alcançada com êxito em 2007, quando se formou em Administração. Seu esforço foi sendo recompensado, e pouco a pouco novas oportunidades foram surgindo, trabalhando em empregos melhores, até que alcançou o cargo de gerente no mercado corporativo.
No ano de 2012 sua mãe, mulher que era seu exemplo de força e a-mor, veio a falecer, vítima de câncer. Foi um momento bastante desafiador, em que ela nunca deixou de acreditar nas últimas palavras da sua mãe, que diziam das muitas bênçãos que aconteceriam em sua vida. “As bênçãos não demoraram, três meses após sua partida fiquei grávida do meu filho Pietro, minha maior motivação nos dias de hoje, neste mesmo período conheci a Mary Kay, essa empresa que me ensinou a sonhar e realizar, uma ferramenta com a qual eu pude trabalhar, ter horários flexíveis e ser a heroína da minha própria história”, comentou.
Hoje Vanessa enxerga as pessoas como se estivessem vestidas com uma camiseta escrita: faça-me sentir importante. “Quando eu me senti importante, senti que poderia realizar tudo, sem esquecer de valorizar as pessoas ao meu redor, pois com atitudes assim podemos mudar tudo, inclusive mudar o mundo”.

Mãe, mulher e profissional

Depois de conhecer a essência da Mary Kay, Vanessa percebeu que poderia conciliar a maternidade com o empreendedorismo, e assim equilibrar suas prioridades de vida.
A empresa tem como base Deus em primeiro lugar, em segundo a família e carreira em terceiro. “Até hoje tenho minhas manhãs dedicadas ao Pietro e sei que para cuidar dos outros tenho primeiro que cuidar de mim, por isso presto muita atenção na minha saúde física, mental e espiritual”, explica.
Para vencer todas as adversidades, Vanessa diz ter enfrentado muitos desafios, e que eles foram os responsáveis por transformá-la na mulher que é hoje. Ela conta que, Mary Kay Ash, fundadora da empresa, tinha como símbolo a abelha. O motivo era que, se levarmos em consideração a aerodinâmica da abelha, seria um inseto incapaz de voar, mas mesmo assim ela voa, como prova de que se acreditamos a gente consegue.
Segundo ela, toda mãe, mulher e profissional precisa manter uma estabilidade e nunca desistir. O segredo para isso, afirma Vanessa, começa na gratidão. “Acordo todos os dias agradecendo, pela missão que Deus me deu, para mim não importa onde eu posso chegar ou que eu ainda posso conquistar, quero todos os dias colocar o produto no rosto de alguém e fazer uma pessoa mais feliz. Muitas vezes nós mulheres, sufocamos nosso lado feminino, devido as tarefas diárias, filhos, trabalho formal. Mas não devemos deixar de cuidar de nós mesmas, nos olhar com amor e saber que podemos tudo”, finaliza.
A diretora executiva de vendas independente se diz grata por todas as mulheres que passaram pela sua vida, seja como cliente ou consultora e por aquelas que ainda passarão em determinado momento. “Todas as mulheres são maravilhosas, bonitas e poderosas, cada uma delas deixou em mim um pouquinho seu e tenho certeza que levaram um pouquinho de mim com elas”.
No negócio independente da Mary Kay, o céu é o limite e tudo depende do es-forço próprio e determinação. “Quero inspirar muitas pessoas a acreditarem em seus sonhos e alcançarem o sucesso. Quero continuar sendo minha própria inspiração, por isso todo dia me faço a seguinte pergunta: Será que eu compraria a beleza de mim? Respondendo que sim, eu me arrumo e saio para fazer sucesso”, conclui Vanessa.


Galeria de fotos