Notícias

O poder de viver o merecimento da beleza e bem-estar
26/06/2020

Compartilhe:
Especial Beleza

Quando a jovem empresária Marcela Roesler, fundadora da Merece Beleza e Bem-Estar se deu conta que após dedicar muito amor e uma longa caminhada na área da estética, fez nascer uma empresa especializada em tratamentos e soluções diferenciadas, que compartilha esse sentimento do merecimento do autocuidado com muitas pessoas. Mérito de sua dedicação incansável e da união de forças, junto aos sócios Moacir da Silva Júnior, também seu esposo, e Jeferson Emílio de Souza, hoje a Merece projeta sua terceira unidade.

A empresária de 29 anos, Marcela Roesler têm uma trajetória incontestável na área da estética. Ela nasceu e cresceu na cidade de Lajeado-RS. Filha de militar e de técnica em enfermagem, com apenas 12 anos de idade resolveu ir em busca de seu sonho, na época até despretensioso, de trabalhar na área da beleza. “Minha mãe já acreditava que eu era habilidosa com as mãos fazendo tricô e crochê, e na época eu também fazia as unhas das vizinhas. Meus pais decidiram então que pagariam por quatro aulas do curso de manicure, mas eu precisaria aprender tudo naquela oportunidade, pois não teria outra chance”, explicou.
Seu desempenho durante aquelas aulas foi tão promissor, que a menina foi convidada a ser ajudante da professora, ganhando assim as aulas que faltavam para concluir a capacitação. Marcela conta que logo após foi contratada e conciliando seus estudos, trabalhava a noite, cuidando de tudo o que fosse preciso, desde a alimentação das alunas, até a organização da longa mesa de esmaltes. Nesta primeira experiência profissional ela permaneceu até seus 16 anos de idade, tendo aprendido não só a ser manicure, mas também muitas outras coisas que carrega até hoje.
Ela seguiu estudando e aos 17 anos ingressou na UNIVATES - Universidade do Vale do Taquari, que recentemente havia inaugurado o curso de estética na região.? Durante a graduação o dinheiro sempre foi muito controlado, para que a conquista da formação de fato acontecesse.?
Sua visão empreendedora iniciou bem cedo, motivada pela sua educação familiar. “Hoje em dia as pessoas se inscrevem no vestibular pensando no que vão ser na vida, mas eu além da paixão também optei pelo que tinha certeza que me daria mais rentabilidade a curto prazo, porque precisava me sustentar”.
A dedicação também sempre foi ímpar. Além de estar matriculada em vários projetos de extensão na faculdade, ela ajudava as colegas com aulas particulares de revisão de conteúdo. “Minha mãe sempre dizia que criou os filhos para a vida, para que quando víssemos um problema muito grande soubéssemos superar, mas eu sabia que qualquer coisa eu teria para onde voltar; porém nunca me permiti dar errado. Nunca admiti isso como opção para mim”, contou. Com seu pai, Marcela aprendeu a disciplina, o cumprimento de horário, de deveres e a integridade. Foi assim que ela levou esses valores para sua profissão.
Conciliando a vida acadêmica com o trabalho, Marcela fazia depilação e manicure em um novo salão e conseguiu aumentar sua renda: “Com 19 anos eu estava ganhando na época bastante dinheiro, mas trabalhava das 7h às 21h, muitas vezes sem almoçar, e sábados e feriados eram destinados para o trabalho. Férias como autônoma era algo de apenas 4 dias”.?
O destino foi um aliado que mudou um pouco o andamento das coisas.? Marcela foi convidada por uma colega de graduação a trabalhar em uma clínica maior na cidade de Estrela-RS. Vislumbrando a oportunidade de crescimento ela decidiu abrir mão do maior ganho mensal que já havia conquistado, em troca de mais experiência profissional: “Aceitei o desafio encarando-o como um estágio remunerado. Foi assim que adquiri muito conhecimento, especialmente com o manuseio de novos aparelhos e novas técnicas”.
Ela mal sabia que este “estágio remunerado” lhe renderia um convite para abrir uma clínica na cidade de Lajeado.? “Um dos donos daquela clínica me convidou para ser sua gerente naquela cidade, onde ele faria o investimento e eu disponibilizaria meu esforço e meu trabalho em tempo integral. Aos 22 anos tive essa oportunidade e o Santuário do Corpo, nome daquela clínica, foi com certeza um dos maiores orgulhos da minha vida”.

Nascida para empreender
Naquela época Marcela fez parte da JCI - Júnior Chamber International, prestando trabalhos voluntários que lhe deram espaço para desenvolver uma série de ações e capacitá-la para criar impactos positivos na sociedade. “Foi a oportunidade para ter contato de forma mais direta com o mundo empresarial, através da troca de experiências com profissionais com os quais aprendi coisas bastante interessantes”, contou.?
Foi numa dessas oportunidades que ela conheceu seu marido, fundador da JCI de Passo Fundo. Um ano depois ela deixou Lajeado e fixou residência em Passo Fundo, onde deu um novo rumo a sua trajetória, construindo família e ainda mais estabilidade profissional.?
Em solo passofundense ela deu início a Merece Beleza e Bem-Estar no ano de 2018. “Consegui conquistar minha credibilidade profissional também nessa cidade, da mesma forma que havia feito em Lajeado, mesmo sabendo que ali ainda não era o meu chão. Tudo com a capacidade de resiliência”.?
Nos primeiros seis meses a empresária conta que não foi fácil. Com a ajuda total de seus dois sócios, hoje a Merece é referência no segmento. “Eles vieram para somar, pois o negócio deles é justamente fazer as empresas darem certo. Eu não poderia estar melhor amparada neste sentido”, explicou.
Seu lado empreendedor também ficou mais apurado. Ela busca constantemente por conhecimentos. A empresária também faz parte da Lídera, uma associação de mulheres empreendedoras que buscam desenvolvimento e troca de vivências. “Através da Lídera conheci a Federasul em Porto Alegre e a história de mulheres empreendedoras que dividiram comigo seus medos e seus anseios. Assim entendi que o medo da expansão de negócios não poderia ser um impedimento para crescer e investir”.
Marcela também tem conciliado a vida profissional com a maternidade. Ela é mãe do Benjamin de 2 anos, e de Bibiana de 4 meses de vida. Além de seus filhos, ela também se dedica ao enteado Bernardo, de 9 anos de idade.
Seu maior orgulho é falar que sua missão de vida está caminhando conforme previsto, com a família e a realização de seus sonhos profissionais. “Hoje falar da missão da Merece é falar do que realmente nos norteia: o sentimento de merecimento de tudo o que estamos vivendo. Acredito que ao tocar uma alma humana devemos ser apenas outra alma humana. Tenho isso como meta de vida, pois é com humildade, simplicidade e verdade que mantemos nosso intuito de que as pessoas se sintam em casa na Merece”, finalizou.?

Marau é nossa segunda casa
A ideia da abertura da segunda unidade da Merece surgiu através da troca de ideias e experiências. “Abrir a segunda unidade foi um desafio gigantesco, mas desde muito cedo a Merece foi um modelo de negócio claro e organizado. Temos ações estratégicas, sabíamos quais seriam os procedimentos internos diários para todos os âmbitos da empresa, da gestão à comunicação”.?
A unidade Merece Beleza e Bem-Estar foi inaugurada em Marau em meados de 2020, com o planejamento e dedicação sua e de seus sócios. “Precisávamos testar a viabilidade do negócio e a logística, então a escolha por Marau também veio desta forma. Em junho de 2019 começamos a procura por sala comercial. Além disso, temos muitos amigos em Marau e notamos que a cidade é próspera”.?
O que diferencia a Merece Beleza e Bem-Estar de qualquer outra clínica do segmento é a missão e o conceito dessa empresa. Segundo explica a empresária, é ofertar a comunidade além dos serviços de qualidade, o sentimento de merecimento do autocuidado. “É muito mais do que passarmos um aparelho, aqui nós entregamos também a experiência em sua forma mais plena”, finalizou.
Atuam na Merece Marau duas esteticistas: Aline Camargo e Janaina Padilha.?

Merece Lajeado
Em simultâneo a inauguração da clínica em Marau, surgiu a oportunidade da empresa abrir a terceira unidade da Merece em Lajeado. “Essa foi uma oportunidade imperdível, pois acredito que agora tenho a possibilidade de entregar de novo, para as pessoas daquela cidade, a recompensa pelo que elas me oportunizaram. Estou retornando para Lajeado com muito mais habilidade técnica e empresarial”, colocou Marcela.


Galeria de fotos