Notícias

Alimentos orgânicos: moda ou estilo de vida?
15/03/2018

Compartilhe:
Por uma Marau melhor

O que é alimento orgânico? Para algumas pessoas a resposta está na ponta da língua: produto sem agrotóxico.
Sim, é isso, mas? também é um alimento sadio, limpo, que não causa problemas ao meio ambiente?e muito mais saboroso. A diferença é visível e quem opta por consumir este tipo de produto dá um sinal positivo à saúde e ao planeta.

Segundo a estudante de Engenharia Ambiental da Universidade de Passo Fundo e integrante do Grupo de Trabalho, Estudos e Ações Ambientais de Marau (GTEAA), Júlia Vanin de Morais, produtos orgânicos provém de sistemas agrícolas que não agridem a natureza e mantêm a vida do solo preservada. “Produtos orgânicos são cultivados sem defensivos agrícolas, de forma a respeitar as condições da terra e do meio ambiente como um todo, sem causar a depredação deste espaço”, frisa.

Há uma variedade muito grande de produtos orgânicos, desde verduras, legumes, frutas e até carnes, conforme explica a nutricionista Ângela Berton. “Temos muitas coisas para falar sobre orgânicos, principalmente do consumo. Alimentos deste tipo duram muito mais se forem bem acondicionados. Um pé de alface orgânico, por exemplo, se for bem armazenado e higienizado, dura mais do que os produtos convencionais”, ressalta. Ela comenta, ainda, que o consumo desses alimentos traz inúmeros benefícios à saúde. “Além da diferença no sabor, os benefícios refletem principalmente na saúde de quem os consome. Hoje em dia, os produtos que não são orgânicos possuem muitos agrotóxicos e, lá na frente, poderão causar muitos problemas na saúde das pessoas porque isso vai acumulando em nosso corpo”, diz.

Ângela, que também é proprietária do Restaurante Kamargo, afirma que o estabelecimento passou a oferecer produtos orgânicos no cardápio recentemente. “Nós estamos nos programando para isso porque é uma novidade, mas já consigo comprar pelo menos duas vezes por semana. Quanto mais conseguirmos implantar isso no restaurante, mais as pessoas vão vê-lo como um diferencial e buscarão esta alternativa de alimentos que beneficiam ainda mais a nossa saúde”, conta.?

Em Marau ainda não existem muitos estabelecimentos que promovam a venda destes produtos. Algumas pessoas já estão podendo aderir aos orgânicos através?de um projeto lançado recentemente, denominado A Horta. Segundo Júlia, a equipe ainda está se estruturando. “Hoje temos uma produção para atender os clientes que desde o começo compram conosco. Como faz pouco que iniciamos este negócio queremos divulgá-lo com mais intensidade assim que tivermos bem estruturados”, explica.

Com relação ao preço, ela diz que os produtos orgânicos custam um pouco mais caro devido ao fato da mão de obra exigida no cultivo. “Como a produção não utiliza defensivos, a mão de obra que exige para manejo desses produtos?é bem maior do que a cultura convencional, porque na convencional uma máquina faz tudo e na produção orgânica é tudo manual, inclui o trabalho da agricultura familiar. A agricultura orgânica, acima de tudo, incentiva os produtores e faz com que as famílias permaneçam no interior para o cultivo desses produtos”, ressalta Júlia.