Notícias

A família humilde que nos ensinou o que é honestidade
24/11/2018

Compartilhe:
Valores da Terra

O dia 31 de outubro de 2018 foi um marco na vida do casal Ivan e Verenice e seu filho Ruan. Esse acontecimento transformou muitas coisas, exceto o caráter dessa família.

Na comunidade da Gruta do Rio Marau, reside a família Mingotti, formada por Ivan, o popular Alemão, Verenice e Ruan Carlos. O dia na casa da família inicia às 5 horas da manhã, quando levantam para preparar o café e dar início às tantas atividades que eles desenvolvem ali. O filho caminha alguns quilômetros para pegar o ônibus, seu destino é a escola. Então, o casal trata a criação e cuida da área de 4 hectares arrendada na propriedade do vizinho, onde plantam milho. Mais tarde, enquanto Verenice se dedica às vacas de leite, Ivan parte para a cidade, onde faz a coleta de sucatas, atividade que desenvolve há mais de dez anos e atualmente é o que mais rende no orçamento da família.

Diariamente o trabalho é sempre o mesmo. O que varia é o roteiro de Alemão, que passa por diversos mercados e oficinas da cidade, empresas que confiam a ele a coleta dos recicláveis.

No dia 31 de outubro algo inedito aconteceu na propriedade da família. Quando Verenice foi fazer a separação de algumas caixas de papelão que haviam chegado ainda no dia anterior, se deparou com um envelope bancário. Para sua surpresa, dentro de uma caixa qualquer, estava a quantia de R$ 8.700,00 (oito mil e setecentos reais). Imediatamente ela percebeu que aquele dinheiro estava ali por engano, e avisou o esposo com a seguinte frase, se recorda – “você precisa voltar para a cidade, temos que devolver uma coisa”.

Ivan conta que também ficou assustado ao se deparar com aquela situação. Muitas coisas já haviam sido esquecidas ou perdidas nas caixas de papelão, mas jamais algo com tanto valor. A família fez o que sempre faz em situações como essas, porém antes de devolver o dinheiro decidiram gravar um vídeo para dividir com os amigos das redes sociais o fato que impressionou a família. O vídeo impressionou ainda mais os internautas, a gravação foi disponibilizada na internet e em poucas horas viralizou tanto no WhatsApp quanto no Facebook (que até a data desta reportagem está com mais de um milhão de visualizações). “Não esperava que as pessoas se surpreendessem tanto assim com esse vídeo e com a nossa atitude, o dinheiro não é nosso então o correto é devolver”- conta o catador.

A história da família Mingotti também foi contada através de sites de notícias, rádio e televisão, inclusive em nível nacional. Mas passados alguns dias, ao chegar na propriedade da família, tudo está como era antes. “Nossa vida já voltou ao normal e como a maioria da população brasileira, continuamos trabalhando muito e ganhando somente o suficiente para sobreviver” – diz Verenice.

Os Mingotti são o retrato daquelas pessoas que mesmo nos dias de hoje ainda colocam os valores da família acima de todas as coisas, e que mesmo tendo que trabalhar muitas vezes 15 ou 16 horas por dia, seguem trabalhando com honestidade. Como as atividades são muitas, todos colaboram, pai, mãe e o filho Ruan de apenas 14 anos.

A família já nem pensa mais na atitude que tiveram devolvendo o dinheiro, mas que marcou a todos que viram ou ouviram falar desta história, porque para eles foi algo natural. Ivan e Verenice apenas torcem para que a situação deles e dos demais pequenos produtores melhore, para que possam manter sua dignidade através do trabalho que desenvolvem com alegria e humildade no dia a dia.